Saco-cama

Se a pernoita é na montanha, o saco-cama tem que marcar presença
na mochila.

Em função do clima, seleccionar o nível térmico do saco. Os fabricantes dão a informação das temperaturas de conforto e extremas para
cada referência.
A chamada temperatura extrema é aquela em que o utente do saco terá frio porém não corre
perigo de vida, só que também não dorme. Será a temperatura de conforto importa para a escolha acertada. A relação, peso/volume/isolamento é fundamental.

Já agora, para devolver um saco-cama à embalagem, a forma simplificada de o fazer é resumidamente esta:

- Com ecler aberto na totalidade (o que muito o poupa) pegar o saco-cama pelo fundo ( zona
dos pés) e introduzi-lo no interior da embalagem, sem enrolar mas sim de forma aleatória.
Evitam-se vincos e diminui-se imenso ao volume e tempo perdido
nessa tarefa.